Dicas e Curiosidades
 
UVA e UVB - Qual a diferença?


UVA e UVB - Qual a diferença? 

Neste mês, a radiação solar chegou a níveis extremos na maior parte do Brasil. Isso acontece porque a falta de nuvens somada à temperatura elevada faz com que os raios solares sejam maiores – por isso, é fundamental se proteger, usando protetor solar e também roupas.

Entre as principais diferenças entre os raios UVA e UVB, está a cor que ele deixa na pele. De acordo com a dermatologista Márcia Purceli, quando ocorre aquela vermelhidão após o sol, é um sinal de que a pessoa foi atingida pelos raios UVB, que atingem apenas a camada superficial da pele. Essa vermelhidão é mais comum naquelas pessoas que têm a pele clara, olhos azuis, sardas ou também em crianças com menos de 1 ano, que apenas se queimam e não se bronzeiam.

Quanto mais morena for a pessoa, menos ela vai se queimar e mais vai se bronzear - por outro lado, os mais branquinhos absorvem mais vitamina D do que os negros, por exemplo, que estão no grupo de risco de deficiência dessa substância, como alertou a endocrinologista Elaine Maria Costa.

Por outro lado, quando a pele fica morena, significa que o raio UVA foi o responsável. Segundo a dermatologista Márcia Purceli, isso acontece porque o raio UVA atinge a derme, camada mais profunda da pele, dando a aparência de um bronzeado. Esse raio, ao contrário do UVB, tem a capacidade de ultrapassar as nuvens, ou seja, mesmo em dias nublados, eles podem atingir a pele. Além disso, eles não só podem causar câncer, como também são responsáveis pelo envelhecimento precoce e manchas na pele.

 

Radiação UVA

A radiação UVA é constante durante o ano e penetra profundamente na pele, sendo a grande causadora do fotoenvelhecimento. Esse tipo de radiação não contribui para o câncer de pele.

Radiação UVB

Sua incidência aumenta muito durante o verão, especialmente nos horários entre as 10 da manhã e 3 da tarde. Os raios UVB penetram superficialmente e causam as queimaduras solares. É a principal fonte de alterações celulares que causam predisposição ao câncer da pele.

Os raios UVB são responsáveis por queimaduras na pele, ou seja, aquelas manchas vermelhas e ardidas que surgem quando vamos à praia sem protetor solar.

Já os raios UVA não provocam essa reação superficial. Porém, são capazes de penetrar em camadas mais profundas. A exposição excessiva desses raios, ao longo do tempo, danifica a pele e favorece o surgimento de câncer.

 

Dermatologistas Márcia Purceli e Luciana Maluf

 
Voltar
Site Desenvolvido e Hospedado Pela DiSy Twitter @TUTTIFIORI Orkut Tutti Fiori Facebook Tutti Fiori Tutti Fiori You Tube